#1 TikTok Ads Spy Tool

A Better Way to Make TikTok Ads Dropshipping & TikTok For Business

  • Find TikTok winning products & TikTok dropshipping ads.
  • Analyze TikTok advertisers
  • Get the Latest TikTok Shop Data.
Try It Free

Tudo sobre a API de conversões do Facebook ADS!

Published on: November 20 2023 by James William

Tudo sobre a API de conversões do Facebook ADS!

Table of Contents

  1. Introdução
  2. O que é o Pixel do Facebook
  3. Funcionamento do Pixel do Facebook
  4. Cookies e sua importância no rastreamento
  5. Os desafios atuais nos navegadores
  6. A chegada da API de conversões da Meta
  7. Como funciona a API de conversões
  8. Vantagens da API de conversões em relação ao Pixel
  9. Configurações necessárias para o Pixel e a API de conversões
  10. O futuro do Pixel e a presença contínua da API de conversões

O Futuro do Pixel do Facebook e a API de Conversões da Meta

Desde que surgiram rumores sobre o fim do Pixel do Facebook, muitas especulações e teorias têm circulado nas redes. Alguns afirmam que o Pixel está com os dias contados e que a API de conversões da Meta é o futuro da análise de dados. Neste artigo, vamos desmistificar essa questão e explicar como o Pixel do Facebook e a API de conversões trabalham juntos.

O que é o Pixel do Facebook?

O Pixel do Facebook é uma ferramenta poderosa de análise de dados que permite aos anunciantes rastrear e medir a eficácia de suas campanhas publicitárias. O Pixel é instalado no site do anunciante e coleta informações sobre as ações dos usuários, como cliques em botões, visualizações de páginas e compras realizadas. Esses dados são enviados para o Facebook, onde podem ser utilizados para criar públicos-alvo segmentados e otimizar as campanhas de anúncios.

Funcionamento do Pixel do Facebook

O Pixel do Facebook realiza seu trabalho por meio do uso de cookies. No momento em que um usuário visita um site com o Pixel instalado, o código JavaScript do Pixel é acionado e instala cookies no navegador do usuário. Esses cookies capturam informações de navegação, como eventos e ações realizadas pelo usuário, e as enviam de volta para o Facebook.

No entanto, a preocupação com o futuro do Pixel surgiu devido a mudanças recentes nos navegadores, que têm restringido o uso de cookies de terceiros. Isso significa que o Pixel pode ter sua capacidade de rastreamento limitada, caso os usuários bloqueiem ou eliminem os cookies em seus navegadores.

Cookies e sua importância no rastreamento

Os cookies são pequenos trechos de código armazenados no navegador do usuário que ajudam a diferenciar visitantes e rastrear suas atividades. No contexto do Pixel do Facebook, existem dois tipos de cookies envolvidos: os cookies internos e os cookies de terceiros. Os cookies internos pertencem ao site que está sendo visitado, enquanto os cookies de terceiros pertencem a sites diferentes daquele que o usuário está navegando.

A configuração padrão do Pixel permite o uso tanto de cookies internos quanto de cookies de terceiros. No entanto, os navegadores estão caminhando para bloquear o uso de cookies de terceiros, o que pode afetar a capacidade do Pixel de capturar e enviar dados de navegação para o Facebook.

Os desafios atuais nos navegadores

Atualmente, os navegadores já oferecem opções aos usuários para bloquear cookies, tanto de terceiros quanto todos os cookies. Por exemplo, o Safari, navegador da Apple, bloqueia por padrão os cookies de terceiros, e a Google anunciou que o Chrome também deixará de suportar cookies de terceiros no futuro.

Essas mudanças nos navegadores têm gerado dúvidas sobre a capacidade do Pixel do Facebook de funcionar adequadamente no futuro, uma vez que a restrição aos cookies pode prejudicar seu desempenho e impactar a coleta e o envio de dados para análise no Facebook.

A chegada da API de conversões da Meta

Para contornar esses desafios, a Meta lançou a API de conversões, uma nova ferramenta que permite o rastreamento direto dos eventos do servidor do site do anunciante para o servidor do Facebook. Dessa forma, a coleta de dados e o envio para análise ocorrem sem a necessidade de passar pelo navegador do usuário.

A API de conversões é uma ponte entre o servidor do anunciante e o Facebook, permitindo que os eventos sejam coletados e vinculados a um pixel para posterior processamento e análise. Essa abordagem elimina a dependência do navegador e supera as restrições impostas pelos bloqueadores de cookies e pelas configurações dos navegadores.

Como funciona a API de conversões

A implementação da API de conversões envolve a instalação de um pixel no site do anunciante, assim como é feito com o Pixel do Facebook. No entanto, além do pixel, é necessário também configurar e utilizar a API de conversões, que irá coletar os dados diretamente do servidor do site, independente do navegador do usuário.

Esses dados capturados pela API de conversões são vinculados a um pixel e enviados para o Facebook, onde poderão ser analisados e utilizados para fomentar estratégias de segmentação e otimização de campanhas publicitárias.

Vantagens da API de conversões em relação ao Pixel

A API de conversões oferece algumas vantagens em relação ao Pixel do Facebook. Primeiramente, por funcionar diretamente de servidor para servidor, ela contorna as limitações impostas pelos navegadores e pelos bloqueadores de cookies, garantindo a coleta e o envio de dados mesmo em um cenário no qual o uso de cookies seja reduzido ou eliminado.

Além disso, a API de conversões proporciona uma coleta de dados mais precisa e completa, já que não depende das configurações dos navegadores ou da intervenção do usuário. Dessa forma, os anunciantes têm acesso a informações mais detalhadas sobre as ações dos usuários em seus sites, permitindo uma análise mais eficiente dos resultados das campanhas.

Configurações necessárias para o Pixel e a API de conversões

É importante destacar que o Pixel do Facebook ainda é uma peça fundamental para o funcionamento da API de conversões. Portanto, antes de utilizar a API, é necessário garantir que o Pixel esteja corretamente instalado e configurado no site do anunciante.

É recomendado revisar as configurações do Pixel no Gerenciador de Eventos do Facebook, certificando-se de que a opção de uso de cookies internos esteja ativada. Essa configuração é essencial para que o Pixel continue enviando dados mesmo em um cenário no qual os cookies de terceiros sejam bloqueados pelos navegadores.

O futuro do Pixel e a presença contínua da API de conversões

Diante das mudanças na forma como os navegadores lidam com os cookies, é natural que surjam dúvidas sobre o futuro do Pixel do Facebook. No entanto, é importante ressaltar que o Pixel não está morrendo e continuará desempenhando um papel fundamental na análise de dados para anunciantes.

A chegada da API de conversões da Meta é uma evolução que visa contornar as restrições impostas pelos navegadores e garantir o rastreamento eficiente das ações dos usuários nos sites. Essa nova ferramenta funciona em conjunto com o Pixel, possibilitando o envio direto dos dados do servidor do site para o Facebook, sem interferência do navegador.

Portanto, anunciantes devem familiarizar-se com a API de conversões e configurar corretamente tanto o Pixel quanto a API, a fim de garantir a coleta e análise de dados precisos para otimizar suas campanhas publicitárias.

Fique atento às configurações do seu Pixel e aproveite os benefícios da API de conversões para impulsionar seus resultados no Facebook.

Start your free trial today!

Try Pipiads free for trial, no credit card required. By entering your email,
You will be taken to the signup page.